Nós e Deus

como viver em um mundo atribulado

Hoje acordei pensando no “devocional” que fiz ontem (caso você não saiba em breve teremos um quadro somente de devocionais aqui no blog), mas como eu ia dizendo ontem fiz um devocional em que Deus falou tudo e mais um pouco com a minha pessoa. E é com este devocional que eu quero iniciar a semana, pois o texto da Bíblia que eu passei o dia de ontem na cabeça e que hoje eu trouxe pra vocês com muito carinho, fala sobre “como viver em um mundo atribulado”.

Primeiro quero contar pra vocês que estou passando por tempos não muito fáceis ultimamente. E Deus têm sido o meu parceirão para todos os momentos. E ontem quando estava fazendo meu devocional, como em todos os outros dias, eu me deparei com um versículo que no momento em que li me senti como estivesse naquele instante sendo protegida por uma imensa fortaleza. Mas vamos parar de enrolar e vamos dividir com as coleguinhas e amiguinhos que versículo é este, não é mesmo Sheila?! Então gente! A Palavra maravilhosa que Deus colocou em meu coração está em Daniel 10.19, que fala assim: -Deus o ama. Portanto, não fique com medo. Que a paz de Deus esteja com você. Anime-se!

Depois de ler este versículo me senti com mais forças para enfrentar o que às vezes têm sido tão difícil de romper e ultrapassar, me fazendo sentir como se eu fosse inferior a tudo o que está à minha volta. Eu li este mesmo versículo umas 5 vezes no mínimo no mesmo dia, e em todas as vezes Deus reafirmava a certeza em meu coração de que Ele estava e está sempre ao meu lado (mesmo que eu não sinta ou não queira ver). Saiba que mesmo você sofrendo por qualquer razão que seja Deus sempre estará ao seu lado. E lembre-se que você não faz parte deste mundo atribulado, você e eu somos usamos para diminuir a atribulação do mundo.

Pense em todas as coisas que você leu aqui hoje. E saiba que nossa vida pode ter altos e baixos, mas que nós temos um Consolador para quando tudo for mau.

Bjus! E até a próxima!

 

 

Veja mais em Sobre mudar de um lugar para o outro.

Deixe seu comentário

*