Mês do Amor

Os Opostos se atraem

Oie meus lindinhos e lindinhas!

Hoje eu resolvi iniciar a semana falando sobre como podemos amar alguém que é totalmente o oposto do que somos. E você vai ficar surpreso, como isso pode ser tão bom(pelo menos pra mim é).

Em primeiro lugar, se você estiver namorando ou for casada e não gostar das mesmas coisas que seu par gosta, não se desespere! Há sempre uma luz no fim do túnel para nos salvar de catástrofes que só causam discussão, como por exemplo: Eu gosto de dormir com os pés tampados faça calor ou frio, mas meu marido querido prefere dormir com os pés fora dos lençóis ou cobertas, então pra amenizar o sofrimento eu enrolo os meus pés para não sentir frio e ele aproveita o espacinho que fica para colocar os pés para fora. Ou então: Eu sou mega apaixonada por doces, na verdade sou uma formiguinha ambulante, mas ele é mais dos salgados e não curte muito comer coisas doces, e por falar em coisas doces, eu tenho até uma história sobre isso pra contar à vocês. Se liguem no próximo parágrafo!

Era uma vez, uma linda noite em que estávamos reunidos com os amigos, meu maridinho me pediu um café e eu servi de muito bom grado. Coloquei duas colheres pequenas no café, como fazia sempre que servia uma xícara de café pra ele(mais ou menos 7 anos). Até aí tudo bem! Mas ele tomou todo o café e pediu pra mim servir mais, então eu servi e quando fui pegar o açúcar pra colocar no copo ele disse que não precisava porque ele gostava de café sem açúcar, aí eu fiquei tipo “?????”…Eu nunca imaginei que ele gostasse de café sem açúcar gente! E o coitado suportou meu café sem açúcar por mais ou menos 7 anos! Essa história retrata algo sobre ser diferente da pessoa que agente ama de uma maneira muito objetiva, pois aprendi com isso e levarei pra vida toda que “eu posso sim aguentar aquilo que a outra pessoa gosta de fazer numa boa”, sem ficar reclamando ou se martirizando por ter que abrir mão das minhas vontades pra fazer a vontade do outro numa boa.

Então por hoje é isso! Espero que vocês tenham aprendido algo com essa minha história louca sobre a minha pessoa amada.

Até o próximo post falando sobre o amor!

Bjus! E fiquem com o Papai do céu! Que Ele abençoe o seu relacionamento.

 

**Se você gostou deste conteúdo, veja mais em Dias Inesquecíveis

Deixe seu comentário

*