Sem categoria

Aniversário de uma guerreira

Oi gente! Tudo bem?!

O post de hoje é pra falar sobre os 10 anos de uma menina que chegou na minha vida um pouco desses algoritmos, mas calma! No decorrer do post você irá entender sobre o que estou falando, tá bom?!
A história toda começa quando eu já estava namorando um menino lindo e maravilhoso e que hoje é meu marido.

Num belo dia estava nós dois a discutir o nome da nossa primeira filha(mas como assim, se nós éramos apenas jovens namoradinhos?! E aí que o calo aperta minha gente! Porque ele era o tipo de menino que me grudou e não queria mais largar kkkkkk… Então depois de ficarmos falando sobre o nome da nossa primeira filha eu fui pra casa e dormi e enquanto eu dormia sonhava que estava me mudando para uma casa e que eu gritava o nome de uma uma criança: “- ARIANE! Pára quieta!” (acho que era mais ou menos uma idéia de como seria a minha Ariane kkk). Algum tempo depois eu engravidei e junto com essa gravidez vieram alguns probleminhas que não são muito legais para uma mãe de primeira viagem, mas tudo bem né?! Deus estava ao meu lado, sendo assim, não existia nada que eu não passasse para ter a minha princesa linda e saudável comigo. Resumindo a história: Ela veio ao mundo prematura de 34 semanas. Sofreu muito com os exames que toda a criança prematura passa, mas eu sempre estive lá com ela! Sofrendo junto, pois para toda a mãe, seja ela quem for, não aguenta ver seu bebê indefeso passando por tantos sofrimentos sendo tão pequenino. Mas graças à Deus, que sempre esteve nos protegendo e nos guardando, nós tivemos muitas vitórias no hospital em que estivemos, porque minha guerreira ficou apenas na estufa por conta de ter nascido na primeira manhã fria e chuvosa.

Passadas algumas semanas, enfim chega o dia de alta tão esperada. Iriamos sair juntinhas daquele hospital, não fosse um pequeno grande problema: Ariane por ter nascido com o sangue de fator RH diferente do meu começou a apresentar um quadro de icterícia. Eu e o pai dela fomos avisados que ela ficaria internada até que a icterícia diminuísse, também fomos advertidos que ela poderia passar por uma transfusão de sangue por ter nascido prematura. O pai dela prontamente se declarou doador dela(ela recebeu o fator RH dele). Mas eu na hora fiquei sem chão, pois tudo o que eu queria era levar minha pequena indefesa pra casa. Então passei algumas semanas de angústias naquele hospital, por estar “livre”, mas ao mesmo tempo presa em um pedaço de mim. Sofria vendo ela em uma encubadora com luzes em cima dela 24h por dia e com os olhinhos tampados com uma proteção para que as luzes não queimassem os olhinhos dela. Mas novamente, Deus estava conosco e passamos por mais essa juntinhas. Então quando finalmente saímos daquele hospital começamos a viver uma vida de lutas e vitórias todos os dias. Agora mesmo estamos em uma luta ferrenha, e novamente estamos juntinhas(com Deus ao nosso lado). Mas sei que um dia ela irá usar tudo isso pra mostrar e falar para as pessoas o quanto ela é grata a Deus por tudo. E sei que tudo o que ela passou ou passa faz parte do testemunho de vida dela.

Que venham muitos anos de vitórias para ela, pois ela merece! 10 anos de uma menina linda! 10 anos da nossa menina que não gosta de bonecas nem de panelas, mas que é apaixonada pelos dinossauros e bichos(quem sabe não esteja aí nossa futura bióloga kkkkk)

Espero que vocês tenham gostado do post de hoje, pois é um post super especial, dedicado a nossa pequena/grande princesa.

Até a próxima queridos!

Deus abençoe à todos vocês, e até o próximo post! Bjus!!!

 

2 comments

  1. Kemmy Oliveira 22 maio, 2017 at 15:01

    Que história bonita de amor e superação!
    Lindo que tenham escolhido o nome dela antes mesmo de ser concebida. Com o meu foi assim também.
    Parabéns para essa garotinha que adora animais, quem sabe ela seja mesmo uma bióloga no futuro!

    Grande beijo

    Responder

Deixe seu comentário

*